Saiba como o Ginseng pode melhorar a sua saúde

O Ginseng é uma raiz milenar medicinal de origem chinesa, muito usada na China devido as suas incríveis propriedades que trazem uma série de benefícios a saúde.

Existem diversos subtipos dessa planta, mas apenas a panax Ginseng é indicada para o consumo benéfico. Sua utilização como planta medicinal é bastante difundida em todo o mundo, aqueles que já fizeram uso recomendam devido aos seus benefícios a saúde como um todo.

Isso porque o Ginseng possui vitaminas B1, B2 e B3 que ajudam no metabolismo da glicose, ácidos graxos e aminoácidos.

A raiz e o caule do Ginseng possuem ferro que ajudam a prevenir anemia, magnésio que atua na constituição dos neurotransmissores, manganês que possui ação antioxidante e o cobre que atua na absorção do ferro pelo organismo.

Muitas pessoas destacam a ingestão de Ginseng para evitar inflamações, isto se deve, a presença de saponinas que é um anti-inflamatório natural presente na planta.

Principais benefícios do Ginseng

Como possui ação anti-inflamatória ele ajuda a prevenir a aterosclerose, que é o acumulo de placas de gordura e colesterol nas paredes de veias e artérias. O uso da raiz causa a dilatação dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação e permitindo que o sangue chegue ao cérebro livremente.

Com isso, é possível notar até mesmo melhora na concentração e raciocínio, diminui inflamações dos neurônios, diminui a degeneração cerebral e até mesmo doenças como Parkinson e o Alzheimer. Além disso, ela estimula o sistema nervoso central ajudando a regular e aumentar as funções cerebrais.

Seu consumo regular ajuda a diminuir os níveis de colesterol, fazendo com que boa parte do colesterol seja absorvida pela bile, elevando os níveis do colesterol bom, o HDL.

Em muitos casos o Ginseng pode ser usado no combate ao estresse, pois a raiz atua na glândula supra renal que estimula a produção de cortisol, hormônio responsável pelo estresse.

Como consumir o Ginseng?

É importante destacar que seu consumo deve ser feito sempre com acompanhamento profissional, principalmente se a pessoa já possui algum tipo de doença crônica ou hereditária.

A raiz o caule são as partes mais consumidas devido a concentração de propriedades, mas é possível consumir o Ginseng em pó, extrato ou capsulas. Pode ser facilmente encontrado nas lojas especializadas em produtos naturais.

A versão em pó é a mais fácil de ser consumida, pois pode ser adicionada em sucos, sopas, saladas e no preparo de alimentos. Já a versão em capsulas deve ser consumida antes das refeições.

A quantidade recomendada para consumo do Ginseng é de 5 a 10 gramas por dia na versão em pó. Caso for ingerir a raiz o ideal é de 1 a 2 gramas por dia. É importante frisar que o consumo não deve ser feito por mais de 8 semanas seguidas.

Caso a pessoa consuma por mais de oito semanas seguidas, o Ginseng poderá causar alterações na pressão arterial e até mesmo interferir na coagulação sanguínea, por isso consulte um médico antes de iniciar o uso.